quarta-feira, 12 de maio de 2010

Autoritarismo jornalístico: e depois ainda vem falar em censura?

O editor-assistente da revista National Geographic Brasil, Felipe Milanez, foi demitido pela editora Abril devido às críticas que fez no Twiter sobre a reportagem da revista Veja, "A farra da antropologia oportunista".

Pelo jeito, apesar de se esconderem por trás do princípio da "liberdade de expressão" e se colocarem externamente contra qualquer tipo de "controle social" da mídia no Brasil - enquanto publicam matérias mentirosas, preconceituosas e racistas - a editora Abril não aplica o mesmo princípio internamente, pois demite seus funcionários como forma de censura arbitrária à sua liberdade de expressão. Realmente, agora podemos dizer que:

A censura não acabou no Brasil, pois continua presente na prática de editoras como a Abril.

Um comentário:

misscombatlopes disse...

Com certeza a censura é muito grande mesmo, ser despido por expressar sua opinião é o quer mais acontece em nosso país, infelizmente, as pessoas que são sensatas já não tem mais valor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...